Justiça: Descoberta motivo de conta de energia em alta

É difícil admitir que tivemos porcentual culpa em ver nossas contas de energia aumentarem nos últimos meses, mesmo que isso tenha ocorrido de modo indireto.

Ao colocar Dilma e seu governo em uma posição de alta confiança, vemos que fomos enganado por um governo incapacitado de ao menos cumprir com o que foi proposto. Você se lembra que uma das proposta colocado por ela, seria a diminuição das contas de energia?

Pois é sobre isso, e como você pode ter uma economia de cerca de 30% abatido na sua conta de luz, nos próximos meses, que iremos falar agora.

Governo terá que Indenizar Empresas

Com a decisão da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o governo terá em indenizar empresas que investiram em ativos, sendo estruturas físicas e equipamentos. Mas veja bem, essa ocorrência veio por conta da má administração vindo da ex-presidente Dilma Rousseff.

E antes que ache que estou falando isso da boca para fora, afirmo que, esta conta a qual pagaremos já estava previsto para 2015 à 2017, porém para animo do povo brasileiro, nossa ex presidente antecipou em acordo, o pagamento do mesmo, para 2013, onde seria concedido a redução de 20% do valor total, sendo o valor total R$ 62,2 bilhões que seria entregue a um grupo de 9 empresas.

Em sumo, a medida tomada seria esplendido, e merecida de respeito, porém apesar de acordado, as palavras não saíram do papel.

É estimado que pagaremos cerca de 7% de taxa, que servirá para pagar esta divida.

Cobrança Indevida do ICMS

Mais uma vez fomos sujeitados aos erros governamentais, e desta vez, há algo a ser feito a respeito.

Se você não soube, está noticia deixou grande parte dos brasileiros revoltados. É indicado que mais de 90% de todo povo brasileiro paga um percentual entre 20% e 35% a mais na conta de energia (luz), devido a cobrança indevida.

O que é que o governo esta fazendo de errado?

Denota-se que o ICMS, por força legal, é um imposto que recai sobre o consumo de energia elétrica no percentual de 18%.Desta forma, a base de cálculo desse imposto é a

Tarifa de Energia Consumida (TE). Então, a mercadoria sobre a qual pode incidir o imposto é a energia elétrica.

Contudo é possível restituir seu dinheiro, dos últimos 5 anos, com o Guia de Restituição do ICMS você terá o passo-a-passo para conseguir restituir todo o seu dinheiro. Como a STF já esta a favor do consumidor, você receberá com correção monetária.

E ainda será retirado das próximas faturas, esta cobrança indevida que faz brasileiros gastarem a maior.